Potência da Periferia

Local: Complexo da juventude - Ocupação Chico Rei

Começa em: 19 de Julho de 2018, 18:00

Termina em: 19 de Julho de 2018, 20:00

Descrição:

Endereço: Rua Dom Helvécio, S/N, Cabeças
Realização: PROEX/UFOP
Coordenação: Professor Luiz Gustavo de Oliveira Carneiro e Douglas Aparecido

Em tempos difíceis, surgem novas plataformas. Onde o debate, o fazer e o criar, manifestam-se de forma crítica, com o intuito de buscar novas formas de convívio entre humanos e relações harmônicas com o planeta e o meio ambiente.

Assim como foi a Tropicália, insurgente em tempos de crise, assim é a Potência da Periferia. Polo do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana que mobiliza Agroecologistas, Bioconstrutores, Pesquisadores da Cultura Africana e Indígena, Rappers, Ocupantes, Ativistas Pretos, Feministas e toda sorte de Fazedores, Agitadores e Artistas dispostos a construir soluções criativas que partem da consciência, da natureza e das artes.

Com uma programação pulsante de protagonismos e atitudes teremos enfoque nos seguintes eixos: Ações Sistêmicas, Agroecologia, Permacultura, Bioconstrução, Turismo de Base Comunitária, Museu de Território, Cultura de Periferia, Movimento de Periferia, UniDiversidade e muito mais. 

Programação

18h - Roda de conversa: O Preto de Ouro Preto
Mediação: Fórum da Igualdade Racial - FIROP
Sinopse: Em tempos de Descolonialismo, faz-se necessário, tecer encontros e conversas sobre a situação atual das pessoas de Pele Preta. Em Ouro Preto, cerca de 68% da população se declara como não branca e, no entanto, existe pouca representatividade e poucas referências sobre aspectos da cultura afro-brasileira, mesmo que seja evidente a influência africana em todo desenvolvimento da cidade. Dentro do ensejo, o Polo: Potência da Periferia propõe este encontro na busca por novos caminhos e forças para luta contra o racismo e a discriminação.
Bilheteria: Gratuito

Festival inverno ouro preto mariana tropicalia 2018 footer apoio