Samba e choro são lembrados em aniversário de Mariana

Publicado por Mayara Portugal em 19 de Julho de 2017, 12:49

O show trouxe para o público ritmos genuinamente brasileiros. Fotos: Fernanda Covalski

Ritmos genuinamente brasileiros, o chorinho e o samba alegraram o fim da tarde do último domingo (16) em Mariana. Na comemoração do aniversário da cidade, o Grupo 13 Cordas se apresentou na Praça Gomes Freire com show que relembrou esses ritmos da música popular brasileira.

A apresentação do grupo, formado por Carlos Walter, Silvio Carlos e Analu Braga, contou com a participação da cantora marianense Giselle Couto e do acordeonista Marcelo Jiran. No repertório, foram lembradas músicas como “Lamentos”, de Pixinguinha, e “Xote das Meninas”, de Luiz Gonzaga.

O show fez parte da programação comemorativa do aniversário da cidade, integrado às atividades do Festival de Inverno. Neste ano, a Prefeitura de Mariana, organizadora do evento, primou pela participação de artistas que possuíssem algum tipo de relação artística ou familiar com a cidade.

Carlos Walter, violonista do grupo, é um desses convidados. Bisneto, neto e filho de regentes da banda secular XV de Novembro, o músico voltou à cidade para apresentar seu trabalho. “Está sendo uma alegria imensa difundir um pouco do acervo tão precioso da música instrumental e do cancioneiro popular brasileiro em Mariana, sobretudo nessa ocasião de aniversário da cidade”, comenta.

O público, formado majoritariamente por moradores e turistas, acompanhava atento ao show dos músicos. Alguns arriscaram deixar as cadeiras para dançar, outros apenas acompanhavam a apresentação e cantarolavam as canções.

Há 11 anos fora de Mariana, a cantora Giselle Couto comemorou o convite e falou sobre a oportunidade de voltar a Mariana. “Tenho uma relação muito estreita com Mariana e Ouro Preto, já que iniciei meu trabalho aqui. Receber esse convite é muito emocionante, porque sinto falta da turma mais nova nas rodas de choro e de samba. Essa é uma oportunidade para fazer com que essa história se perpetue”, declara.

Mais Notícias
Cultura e aprendizado no Festival de Inverno

A essa hora, o Festival de Inverno já se findou. Foi-se embora, assim como muitos turistas, artistas e espetáculos qu...Ler mais

Cortejo do Zé Pereira marca encerramento do Festival de Inverno

Ao som de clarins, bumbos e tarois, o cortejo da agremiação mais antiga em atividade no Brasil encerrou o Festival de...Ler mais

Pilares do Festival de Inverno são debatidos em seminário cultural

Repensar a música, a arte e a cultura de maneira abrangente. Foi com essa premissa que aconteceu, na última semana do...Ler mais