Uma dança para você

Local: Grupo Assistencial Auta de Souza no bairro Morro Santana

Começa em: 09 de Julho de 2018, 14:00

Termina em: 11 de Julho de 2018, 18:00

Valor: Grátis

Descrição: Ministrante: Violeta Pena - Violeta Penna é graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem mestrado em Educação na Linha de Pesquisa: Educação, Cultura e Sociedade, com a dissertação intitulada “Oficinas de dança em projetos socioculturais: experiências estéticas e educativas de jovens e professores” pela Universidade do Estado de Minas Gerais. É doutoranda em Artes na linha de pesquisa Artes da Cena com o projeto de Pesquisa: Uma dança para você ou uma possível cena contemporânea voltada para a juventude pela UFMG. É bailarina formada em dança clássica e contemporânea pelas seguintes escolas: Academia Marília Peret (1990-1995), Studio Joaquim Ribeiro (1996), e 1º. Ato Centro de Danças (2001-2005), onde integrou o Grupo Profissionalizante Experimental de Dança (2003- 2005). Teve como principais professores: Bettina Bellomo, Cristiana Menezes, Cristiane Carvalho, Maria Clara Salles, Roberta Mazzieiro, Tuca Pinheiro, Cláudio Ribeiro, Ana Virgínia Guimarães. Participou do curso de extensão em Pedagogia do Movimento para a dança na Universidade Federal de Minas Gerais (2013-2014). Participou de cursos e workshops em dança contemporânea com Asier Zabaleta, Tuca Pinheiro, Marise Diniz, Raquel Pires e Cláudia. Participou da residência artística ZAT 6 – Transmissão como Questão com Emanuelle Huynh (França) em 2009 e da residência artística ZAT 8 - Alucinado/ Hallucinatory Body com a diretora e coreógrafa Lynda Gaudreau / Cie de Brune (Canadá),ambos pelo Fórum Internacional de Dança/BH. Como Bailarina integrou a Meia Ponta Cia de Danças (2007-2013), participando dos espetáculos “Murundu” (Dir. Dudude); “Um lugar que ainda não fui” e “Entre o silêncio e a Palavra” (Dir. Tuca Pinheiro); “De esconder para Lembrar” (Dir. Denise Stutz) e “Coisa de Dentro” (Dir. Mario Nascimento)”. Em 2006 foi co-criadora e bailarina do duo “Degustação” pelo projeto 1,2 na Dança. Desde 2012, realiza projetos de dança para jovens, sendo cocriadora, concepção e bailarina do espetáculo “nomeiodeparacom” (2013), com qual vem circulando no estado de Minas Gerais. Em 2017, participou da VIII Semana da Dança em Belo Horizonte, com apresentação da Performance “Tutorial”, participou também da Mostra Redemoinhos, com a performance “Me leva”. Como arte-educadora e Professora foi professora: de dança contemporânea do projeto social Dança na Escola (2006); de dança para crianças na Escola Balão Vermelho (2007-2009 e 2012-2013) e de dança para jovens no Programa para Jovens (2005); professora do projeto Tutorial no Centro Cultural Bairro das Indústrias e no Centro Cultural Salgado Filho (2017). Realizou também diversos workshops para jovens e educadores no estado de Minas Gerais desde 2014. Com técnica cultural foi referência da área de formação do Centro Cultural Vila Santa Rita (2013-2014); coordenadora técnica das oficinas culturais do Programa Para Jovens (2008) e coordenadora técnica das oficinas culturais do Programa BH Cidadania (2006-2007). Em 2016 atuou como preparadora corporal e orientadora do grupo Cia Agnes de dança para o espetáculo “Zona Quente”. É preparadora corporal da banda do artista Ricardo Ulpiano desde 2016, fez a direção cênica do show “Por que Calar?” em 2017. Em 2012 participou do projeto “Ser Jovem”, como bailarina convidada e orientadora. Em 2014 foi aprovada no Prêmio Cena Minas, para circulação de espetáculos e realização de oficinas em 5 cidades de Minas Gerais. Em 2015, também atuou na construção do I Encontro de políticas públicas para a dança. É membro do Grupo Executivo para Elaboração do Plano Setorial da Dança de Belo Horizonte/MG | Sobre a oficina - Objetivo: provocar a reflexão sobre dança e os modos de dançar com jovens. Ementa: A oficina propõe uma vivência em dança, a partir das preferências de movimento dos jovens participantes, provocando a reflexão sobre dança e os modos de dançar dos jovens entendendo que tudo é material de aproximação, diálogo, sensibilização e provocação do olhar dos jovens sobre sua realidade. |Material do aluno: Roupas confortáveis para prática corporal; Horário: 09 e 10/07, das 14h às 17h e 11/07, das 14h às 18h; Carga Horária: 10h/a; Faixa Etária: 12 anos. Inscrições: https://www.sympla.com.br/oficinas__308272

Festival inverno ouro preto mariana tropicalia 2018 footer apoio