Nas veias de Ouro Preto

Local: Casa da Baronesa, IPHAN, Praça Tiradentes - Ouro Preto, Centro

Começa em: 09 de Julho de 2018, 08:00

Termina em: 11 de Julho de 2018, 18:00

Valor: Grátis

Descrição: Ministrante: Lucas Gontijo de Godoy, André Castanheira Maia, Marcello Baia Nicolato. Lucas Gontijo de Godoy: Graduado em Geografia pela UFV. Trabalhou no Museu de Ciências da Terra Alexis Dorofeef, ministrando oficinas com os temas Solos, Rochas, Minerais e Percepção da Paisagem. Fotógrafo, teve a mostra “Ouro Preto: Paisagens Hereditárias” exposta no Centro Cultural FIEMG. É idealizador e organizador do festival “Fotógrafos em Ouro Preto”. Coordenou, em Ouro Preto, as exposições “Maldicidade” de Miguel Rio Branco e “Krajcberg, o Iceberg" de Frans Krajcberg. Fez still e Making Off para o filme “A Terra Treme”, de Walter Salles. Atualmente, tem trabalho autoral voltado para a “Paisagem Mutante e mineração em Minas Gerais”. Colaborador do Jornal “A Sirene”, fotografa ativamente a região atingida pelo rompimento da Barragem de Fundão. Participou do grupo que realizou coletivamente o documentário “Vozes de Bento e Paracatu”; André Castanheira Maia: Graduado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto. Especialista em Barroco Mineiro. Professor da Fundação de Arte de Ouro Preto. Membro do Grupo de Pesquisa CNPq: ”Mineração do ouro no século XVIII”. Realizador de vídeos independentes, sendo premiado, juntamente com Rodrigo Marra, pelo vídeo “Chico Buarque em Ouro Preto?” nos festivais de Curitiba-PR, Florianópolis-SC e Belém-PA. Coordenador da oficina: “Sou do ouro, sou do mundo, sou Minas Gerais”, ministrada durante o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana no ano de 2009; Marcello Baia Nicolato: Documentarista do Instituto Rodrigo Mendes (São Paulo) / Fundação de Arte de Ouro Preto / Professor de fotografia e audiovisual do projeto ARO / Formação em Arte, Restauro e Ofícios, o Núcleo de Ofícios, da Escola de Arte Rodrigo Melo Franco de Andrade | EARMFA, da Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP. Sobre a Oficina: Nessa oficina os participantes são convidados a conhecer a história de Ouro Preto a partir da (re)descoberta de alguns dos cursos d'água que cortam a cidade. Através de uma introdução histórico-geográfica e da interação com os moradores do entorno dos rios será proposto aos participantes a produção de um curta metragem que será exibido em uma praça pública de Ouro Preto. Material do Aluno: Câmera Fotográfica ou celular, roupa confortável para caminhar, acessórios gerais para caminhada: cantil, canivete, primeiros socorros; Local: Casa Da baronesa - IPHAN - Praça Tiradentes Período: 09 a 11/07; Horário: 08:00 às 12:00 e 14h às 18h; Carga Horária: 20h/a; Número de Vagas: 10; Faixa Etária: 16 anos. Inscrições: https://www.sympla.com.br/oficinas__308272

Festival inverno ouro preto mariana tropicalia 2018 footer apoio