Análise e improvisação

Local: Departamento de música da UFOP/DEMUS

Começa em: 09 de Julho de 2018, 08:00

Termina em: 13 de Julho de 2018, 18:00

Valor: Grátis

Descrição: Ministrante: Paulo Flores - Flautista, compositor, arranjador, pesquisador, cronista, poeta, produtor musical criou trilhas, jingles e vinhetas para rádio, TV, vídeo e cinema. Transita em suas composições por várias formações do popular ao erudito tendo sido com elas premiado em vários festivais: Avaré 200l; MPB Londrina 2000; Londrina 2001; Avaré 2002; Havana, Cuba, 2002, no Prêmio Sgae de Jazz Latino. Em 1981 começou a lecionar flauta no Conservatório de Tatuí. Em 1984 criou a Orquestra de Câmera do Conservatório a qual regeu até 1986. Em 1989, foi um dos criadores do Curso de MPB e Jazz, o qual coordenou até 2008. Em 1992 criou a Cambanda Jazz Combo e em 1998 gravou seu 1º CD, Rumo Norte. Em 1999 montou a Banda Curare, em 2002 gravou programa especial para o Jazz & Cia, na TV Cultura com ela e em 2003 com a Banda Brasil Instrumental com a obra de Moacir Santos. Continuou os resgates com Dori Caymmi em 2004, com a participação dele, Tom Jobim Instrumental 2005, Radamés Gnatalli 2006, Maestro Branco 2007, com regência dele. Em 2008, iniciou a recuperação de 39 arranjos inéditos de Pixinguinha gravados ao vivo na rádio Tupy nos anos 40, apresentando as primeiras 14 músicas com formação original com a Banda Brasil Instrumental e adaptações com a Cambanda & Cordas em pequena turnê pelo estado de São Paulo com o show “Pixinga, o Arranjador”. Junto com Paulo Braga é idealizador e organizador do Festival Brasil Instrumental (www.brasilinstrumental.com), agora itinerante, tendo sido realizado nas duas últimas versões com a Unicamp através do IA. Em 2009 criou a ONG Brasil Cultural com a qual vem desenvolvendo e apoiando projetos culturais. Como pesquisador em 2004 foi contemplado, com seu projeto “Benê, o Flautista”, pelo Programa Petrobrás Cultural, lançado em 2007 com grandes elogios da crítica nacional e internacional, também pelo seu trabalho de desenhista e ilustrador até então desconhecido. Vem se apresentando, como idealizador do projeto de incentivo e revitalização de grupos musicais no interior, através de técnicas de arranjo e composição “in loco”, em festivais e oficinas, bem como com a divulgação da obra de Benedito Lacerda em shows, palestras, workshops e exposições. Desde 2011 mantém duo de flauta e piano com o renomado Laércio de Freitas. Gravou em 2013 em parceria com o guitarrista e compositor Lupa Santiago o CD Lupa Santiago, Paulo Flores e Jazz Combo de Tatuí. Em 2014 participou do CD Benção de Sizão Machado como flautista e compositor. Desde 2014 em parceria com a artista plástica Elisa Lobo vem realizando o projeto Janelas Contemporâneas, Arte e Inclusão Social que soma artes plásticas e música em escolas, asilos, teatros, etc. Como cronista escreveu para jornais e revistas. Está concluindo as ilustrações do livro de poemas “A Libido de Erato” do poeta Joãozinho Gomes de Macapá e concluindo, como escritor, seu primeiro livro de poesias Noitários. Também em 2014 teve seu quadro Frevo1, em exposição coletiva do MAC de Pernambuco, passando a fazer parte do acervo. | Sobre a oficina - Esse projeto foi contemplado pelo ProAC Editais – Publicação de Conteúdo Cultural 2017. Aqui vamos desenvolver um ambiente onde o aluno interessado na prática da improvisação musical possa estudar e se desenvolver do nível básico ao avançado. O site disponibilizará na seção de TÉCNICA, livros de estudos com escalas, arpejos e licks extraídos de temas populares e estímulo a criação de licks próprios na seção autolicks. Todos os livros de estudos serão acompanhados de playbacks com canais seletivos o por instrumento. Na seção de PRÁTICA livros de temas apresentados para instrumentos em Concert, Si bemol, Mi bemol e clave de Fá com 140 temas progressivos também com playbacks e na seção de Análise esses livros com a análise para improvisação dos 140 temas através do sistema orbital com técnicas de desharmonização e desmelodização, bem como técnicas de caricaturas sonoras e livre improvisação; |Material do Aluno: Instrumentos Musicais, laptops e/ou tablets; Horário: 8h às 12h e 14h às 18h; Faixa etária: Livre; Carga horária: 40 horas; Número de vagas: aberto; Categoria: Música. Inscrições: https://www.sympla.com.br/oficinas__308272

Festival inverno ouro preto mariana tropicalia 2018 footer apoio